Flexibilidade Cognitiva: estratégias para auxiliar no dia a dia no TEA

O comportamento e o pensamento rígidos fazem parte dos critérios de diagnóstico do autismo . Às vezes, isso interfere na vida das crianças, deixando-as "presas" ou provocando colapsos quando as coisas não saem como o esperado.


Esse tipo de pensamento geralmente leva a pessoa a aplicar regras rígidas a situações que exigem variabilidade e flexibilidade.


No entanto, regras e regulamentos (especialmente regras sociais) raramente se aplicam rigidamente, sem variação entre situações e cenários.



O pensamento rígido leva a:

  • Ansiedade: A ansiedade causada por esse tipo de pensamento rígido e inflexível pode causar muitos desafios comportamentais em crianças com TEA. Quando o mundo não corre exatamente da maneira que eles esperam, podem se desorganizar.

  • Comportamentos desafiadores: resistência a mudança, tentativas de controlar todas as situações, resistência em seguir a liderança de outras pessoas - vista como um comportamento fortemente opositivo.

Pessoas com pensamentos " rígidos " apresentam as seguintes características :

  • Visão absoluta das coisas e situações

  • Regras, regulamentos, expectativas, e os planos devem ser seguidos de maneira completa e precisa.

  • Variações do normal são extremamente angustiante e pode levar a colapsos.

  • Rigidez é um traço de personalidade marcante de indivíduos com autismo.

  • Nas brincadeiras : podem ficar aborrecidos ou desregulados se a sequência da brincadeira for alterada;

  • Nas rotinas de comer ou de vestir : podem insistir na colocação de certos objetos - ter coisas em um local muito específico ou alinhar objetos.

***IMPORTANTE:

Para muitas crianças autistas, esse nível de rigidez realmente as faz sentir-se seguras e qualquer incerteza pode causar grande estresse. Portanto, não estão fazendo isso intencionalmente para se oporem e servem como um mecanismo de defesa para evitar ansiedade e estresse.

Flexibilidade cognitiva

Flexibilidade cognitiva é a conscientização de que todo problema ou situação tem várias soluções ou respostas apropriadas .

Sempre que resolvemos problemas ou tentamos analisar e entender as opiniões e perspectivas de outras pessoas, estamos usando a flexibilidade cognitiva.

A flexibilidade cognitiva é uma das funções executivas com as quais as crianças com autismo e TDAH frequentemente lutam.

A flexibilidade cognitiva também se relaciona fortemente a ter ou desenvolver habilidades de enfrentamento e gerenciamento de estresse .

É também a capacidade do cérebro de deixar de pensar em uma coisa para pensar em outra coisa rapidamente.

Pessoas que são "flexíveis" são capazes de:

  • Ver diferentes perspectivas

  • Considerar opções diferentes

  • Ajustar facilmente seus planos quando as coisas não saem como o esperado

Como reduzir a rigidez e melhorar o pensamento flexível ?

Fonte Imagem: pages.vassar.edu

Existem muitas estratégias que ajudam a reduzir o comportamento rígido e incentivam o pensamento flexível, ou reduzem seu impacto no dia-a-dia.

O objetivo como pai ou mãe não deve ser forçar mudanças, mas utilizar estratégias de pensamento flexíveis de maneiras saudáveis.

1. Explique o que está acontecendo

Antes de tudo, é importante estar ciente de que comportamentos rígidos geralmente resultam do fato de a pessoa não entender o mundo à sua volta - especialmente as regras sociais e as intenções e perspectivas de outras pessoas.

Explique explicitamente situações, expectativas ou ações de outras pessoas para ajudar seu filho a entender. Seja claro e detalhista, para que não haja espaço para confusão ou dúvida.

2. Use um calendário

Tenha ou confeccione um calendário que tenha espaço suficiente para escrever o que acontecerá naquele dia. Analise e anote os aniversários, feriados, dias em que não há escola, compromissos etc.

Ensine seu filho a verificar o calendário todas as manhãs para ver se algo diferente está acontecendo. Se eles fizerem perguntas sobre quando os eventos estão chegando, encaminhe-os ao calendário para verificar.

Isso ajuda a prepará-los para a mudança, enquanto o calendário mostra muito concretamente quando os eventos estão acontecendo. Esse tipo de informação concreta geralmente é útil para aliviar a ansiedade que envolve eventos inesperados.

3. Crie uma placa de mudança

Algumas situações e alterações não podem ser previstas e registradas em um calendário. Nessas circunstâncias, você pode usar um "quadro de alterações".

Registre qualquer coisa que esteja acontecendo naquele dia fora da rotina regular do seu filho. Ensine seu filho a verificar o quadro de mudanças todos os dias junto com o calendário.

Isso é útil para situações como cancelamentos de escolas, visitas chegando, viagens, compras de supermercado, etc.

4. Incentive o pensamento flexível com os jogos

Experimente algumas das seguintes idéias de jogos para promover a flexibilidade cognitiva.

> O que é isso?

Pegue um objeto "regular" e veja quantas coisas diferentes você e seu filho podem fingir.

Por exemplo, um funil - você pode fingir que é um chapéu de festa, uma trombeta, um chifre de unicórnio, uma casquinha de sorvete etc.

> Crie novas regras para jogos

Como as crianças com pensamento rígido têm dificuldade em perceber que há mais de uma maneira de fazer as coisas, você pode ajudá-las a se sentirem mais confortáveis com esse conceito, alterando as regras de um jogo.

> Jogos de correspondência com diferentes regras de correspondência

Use jogos de correspondência e classificação para ajudar seu filho a entender que as coisas podem se encaixar categoricamente em mais de um grupo. Isso pode ajudá-los a usar diferentes perspectivas para analisar situações semelhantes.

Por exemplo, primeiro peça ao seu filho para classificar os itens com base na cor, depois peça para reagrupá-los e classificá-los por forma.

>Faça minha mala"

Crie cenários hipotéticos e peça ao seu filho que “faça as malas” para a ocasião.

Por exemplo, peça para fazer as malas para ir à praia - ele precisaria de uma toalha, protetor solar, chapéu e roupa de banho.

Depois, leve-o a fazer as malas para a fazenda . A bolsa deve parecer muito diferente da praia...

5. Tente realizar tarefas diárias de maneira diferente

Se seu filho preferir fazer as coisas do dia a dia da mesma maneira, tente incentivar pequenas mudanças para ajudar seu filho a se adaptar a diferentes opções.

Você pode fazer com que seu filho escolha uma maneira de mudar suas tarefas diárias. Tente transformá-lo em um jogo ou desafio. Isso ajudará seu filho a sentir que ainda tem algum controle.

Introduza as mudanças lentamente e deixe seu filho fazer escolhas - isso os ajudará a se sentir mais no controle e a ajudar na ansiedade.

Por exemplo, se todas as noites antes de dormir seu filho escovar os dentes e depois colocar o pijama, peça-lhe que coloque o pijama primeiro e depois escove os dentes.

6. Brainstorm Juntos

Trabalhe para fazer ‘brainstorms” juntos para ajudar seu filho a pensar em diferentes opções e melhorar as habilidades de resolução de problemas. Comece com situações fáceis e desenvolva problemas mais desafiadores, ou mesmo problemas reais que seu filho está enfrentando atualmente.

Por exemplo, você pode pensar em "O que podemos almoçar?" e peça para o seu filho propor diferentes comidas possíveis para o almoço, como sopa, sanduíche de queijo grelhado, macarrão com queijo, arroz, etc.

Então, como uma situação mais desafiadora, “O que você pode fazer se alguém estiver incomodando você” e ajude seu filho a debater soluções como: ir embora, pedir que parem ou avise um adulto.

7. Antecipação

A antecipação é uma maneira de preparar seu filho com antecedência para o que esperar e também para possíveis cenários e o que ele pode fazer.

Antes de passeios e eventos, falamos sobre o que esperar, o que pode acontecer, o que pode ser difícil para as crianças e o que elas podem fazer enquanto estão lá, se estiverem lutando.

Não é perfeito porque você não pode cobrir todos os cenários e resultados possíveis. Mas você pode preparar seu filho para situações prováveis.

Por exemplo, antes de uma dança na escola, falamos sobre coisas como:

  • Será lotado e barulhento

  • Eles podem tocar uma música que você não gosta

  • Alguém poderia esbarrar em você

  • Pode haver uma longa fila para a cantina

  • Você pode tentar conversar com alguém e eles não poderão ouvi-lo pela música

  • Você pode não ser capaz de me ver imediatamente, mas eu estarei lá o tempo todo

  • Depois conversamos sobre o que podemos fazer nessas diferentes situações. Cobrimos coisas como sair para fazer uma pausa. Concordamos em um "lugar" do lado de fora para pausas onde ele pode ir sem pedir permissão primeiro, caso não possa me ver.

  • Também conversamos sobre como chamar a atenção de alguém, se ele não o ouvir, a quem pedir ajuda, se necessário, localizações de fontes de água e banheiros, etc.

8. Tranquilize quanto a sua segurança

Pode parecer difícil de entender, mas para crianças com autismo, quando as coisas mudam inesperadamente, elas podem fazer com que questionem tudo.

Eles podem sentir que não têm controle sobre seu mundo e começam a questionar sua segurança.

Durante colapsos e períodos de estresse, as regiões instintivas do cérebro assumem o controle que existem para nos manter seguros. As crianças podem entrar no "modo de sobrevivência". Existe uma ameaça percebida .

Tranquilize seu filho que eles estão seguros, que você está aqui e que você os ajudará a fazê-lo. Conforte-os com qualquer sofrimento que ocorra com mudanças inesperadas.

9. Elogie-o por mostrar flexibilidade

Certifique-se de que quando você ve seu filho mostrando comportamento flexível, você elogia !!!!

Indique o que ele fez e reconheça o quão desafiador isso provavelmente foi para ele e deixe que ele saiba que você está orgulhoso dele.

É importante aumentar a confiança do seu filho e ele se tornará mais resistente em situações estressantes e conseguira edsenvolver a FLEXIBILIDADE COGNITIVA !!!




Referencia : https://hes-extraordinary.com/9-ways-to-reduce-rigid-behavior-and-encourage-flexible-thinking

Tradução e adaptações: Karlen Pagel

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 por Motivação Autismo - Curitiba/PR