Experiências em Supermercado

O planejamento é definido como a capacidade que temos de escolher e implementar uma estratégia em situações novas ou rotineiras em que uma seqüência de ações planejadas deve ser monitorada, julgada e atualizada à luz de um objetivo pré-especificado. Essa capacidade cognitiva complexa nos permite realizar comportamentos adaptativos. Quer para fazer listas, marcar compromissos, organizar nossa vida social ou escrever um artigo, precisamos planejar , direcionar e avaliar o nosso comportamento. Considera-se que as pessoas com transtorno do espectro do autismo enfrentam dificuldades de planejamento, apresentando problemas para organizar sua vida diária, manter atividades (sociais) ou lidar com p

Obstáculos Parentais

Achei muito interessante esse artigo e resolvi traduzi-lo pois penso ser necessario q de tempos em tempos nos pais paremos para refletir sobre todo o processo o qual vivenciamos no dia a dia e inserimos nossas crianças com TEA. Precisamos sair de nossa zona de conforto para q possamos crescer, guiar nossos filhos ao desenvolvimento e buscar a felicidade e prazer!!! Uma Lista Parcial de possíveis fatores contribuintes aos obstáculos parentais: 1Ansiedade em introduzir mudanças. 2 Medo de balançar o barco " 3Crença de que "mais é melhor", em vez de reconhecimento de que as crianças devem ter tempo para descansar. 4.Conflito Familiar (sobre crenças, métodos) 5.Confusão sobre os papéis dos p

A participação da Família nas terapias

Sim, é isso mesmo. Lugar de família é dentro do setting Terapêutico junto com a criança e com a (o) terapeuta aprendendo e estimulando o desenvolvimento da criança e do contexto familiar como um todo. . Não podemos nos esquecer que as crianças são de seus pais e que grande parte do tempo estarão com eles e/ou na escola e não conosco. E como é possível obter eficácia no tratamento sem orientar os pais? . Não é possível!!!! Os pais são peças essenciais em toda e qualquer intervenção, por isso são meus convidados a entrarem no consultório em todas as sessões. A não ser em casos esporádicos. . Porém, não basta os pais estarem fisicamente no consultório, se emocionalmente não estão al

Acredite, persista e não desista

Esse vídeo demonstra o resultado de anos de dedicação, persistência e principalmente de uma crença de que é possível sim. Muitas famílias passam por momentos difíceis quando precisam decidir sobre a participação ou não de seu filho com TEA em festas e apresentações nas escolas. Nós NUNCA deixamos os meninos de fora. Tivemos diversos tipos de resultados no grande dia: nossos filhos completamento dispersos e alheios a tudo e a todos, completa falta de interesse ao momento e às pessoas, comportamento pouco sociais para a seriedade que o momento exigia... enfim; resultado que muitas vezes não superavam nossas expectativas, que nos deixavam momentaneamente tristes, mas que nunca nos deixou perder

Canais não verbais da Comunicação

Muitas vezes exigimos tanto de nossas crianças que esquecemos de compartilhar experiências simples que favorecem a comunicação. 80% de nossa comunicação deveria ser de compartilhamento de experiências e apenas 20% por desempenho ou demanda. Para isso, precisamos nos habituar a utilizar principalmente os canais não verbais da comunicação para não corrermos o risco de estar monopolizando a comunicação com nossas crianças. Dessa forma, contribuimos para o desenvolver do pensamento ativo, da iniciação, da referência e contato visual, da imitação, da espontaneidade. Esse foi um jogo simples com Caio, de esconder objetos do seu interesse entre uma roda de bonecos. Daí fomos desenvolvendo a comunic

Epidemiologia sobre TEA

Uma nova pesquisa sugere que 1 em cada 45 crianças. Isto é notavelmente maior do que a estimativa oficial do governo de 1 em 68 crianças americanas com autismo, pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Como os novos números provêm de uma pesquisa com os pais, eles não substituem a figura 1-em-68 do CDC como estimativa oficial da prevalência do autismo nos Estados Unidos. No Brasil, desde 2012 que se estima + de 2 milhões de autistas. - Não há um marcador biológico único - Aproximadamente 1% da população tem TEA, sendo mais frequente em meninos, na proporção de 1 para 4. - Entre 45-60% das pessoas com TEA apresentam algum grau de deficiência intelectual. - Pessoas com TEA te

Meu amigo : celebrando as diferenças

Esse vídeo de depoimentos foi realizado para a campanha do dia 2 de abril (Dia Mundial de Conscientização do Autismo) do ano de 2017. A pureza dos corações das crianças é o que temos que levar para a vida adulta. Criança não tem preconceito. Criança vê seu coleguinha apenas como outra criança. Consegue ver a essência na simplicidade e na sensibilidade.

Alfabetização e ensino da matemática à criança com TEA

E finalizando com chave de ouro o nosso ciclo de Capacitação em Autismo na Escola, recebemos nos dias 02 e 03/12 a dra Dayse Serra. Um evento que marcou os participantes por apresentar de maneira tão prática, didática e efetiva, estratégias que favorecem a alfabetização e a aprendizagem da matemática na criança com TEA, levando-se em consideração todas as particularidades envolvidas. Aprendemos sobre: •Pré-requisitos para o processo de alfabetização •Principais razões de sucesso e de insucesso no processo de alfabetização •Avaliação das habilidades preditoras da aprendizagem da leitura e escrita •Consciência fonológica e sua importância na alfabetização •Métodos eficazes de alfabetização; co

Workshop:O Autismo na prática do Modelo DIR/FLOORTIME

O terceiro evento da Capacitação em Autismo na Escola, ocorrido em Curitiba nos dias 11 e 12/11/17, foi ministrado por Patrícia Piacentini: O autismo na prática do modelo DIR/Floortime. O modelo desenvolvimentista DIR/Floortime é de base sócio-construtivista e busca validar as diferenças individuais de cada criança. Nele, o D leva a compreensão do estágio emocional e cognitivo do desenvolvimento em que a criança se encontra; o I se refere às diferenças individuais, mostrando que cada criança tem uma maneira particular de perceber o mundo, um modo único de processar as informações sensoriais (sons, toques, cheiros, movimento, etc.) e isto dirá sobre o comportamento da criança, seu modo de se

Autismo e Inclusão: do planejamento à prática

O segundo curso da Capacitação em Autismo na Escola, ministrado por Claudia Zirbes, Autismo e Inclusão: do planejamento à prática foi um sucesso. Aconteceu nos dias 28 e 29/10/17 em Curitiba. Pudemos aprender, trocar experiência e vivências nos seguintes temas: •TEA na Perspectiva da Neurociência • Compreendendo os fatores que impactam a aprendizagem • Dificuldade de Regulação Emocional como uma característica do TEA • Abordagem Comportamental na Escola- O Apoio ao Comportamento Positivo • Farmacoterapia- ônus e bônus • Estratégias de Ensino no TEA em Diferentes Contextos •Plano Educacional Individualizado- Como organizar? •Adaptações e Modificações Curriculares- Adaptação de Atividade X Ada

Autismo na Escola: um jeito diferente de aprender, um jeito diferente de ensinar

O evento ministrado pelo professor Eugênio Cunha, aconteceu no dias 30/09 e 01/10 no Colégio Dom Bosco Ahú em Curitiba. Esse foi o primeiro evento de 04 eventos para Capacitação em Autismo na Escola. Para a realização desses eventos, a Motivação Autismo contou com as seguintes parcerias: Farmácia de Mnipulação Nutrinova, União de Pais pelo Autismo (UPPA), Nina Brinquedos, Centro de Psicomotricidade Água e Vida e o Colégio Dom Bosco Ahú. Autismo na Escola: um jeito diferente de aprender, um jeito diferente de ensinar marcou os participantes por trazer uma visão humanizada e a importância da afetividade no processo ensino aprendizagem da criança com TEA.

Workshop Internacional AT EASE em Curitiba

No dia 01/07/17, recebemos em Curitiba os profissionais Eric Hamblen e Marie Dorion para ministrar o Workshop Internacional AT EASE. O AT EASE Learning Model® deve ser visto como uma ferramenta para ajudar pais e profissionais a determinar onde eles se situam no mapa da relação com o seu filho / cliente, independente da atividade ou estrada que escolheram trilhar. Os conceitos do AT EASE Learning Model® reco-nhecem que cada destino no mapa relacional está em constante mudança e evolução. Assim, não existe a necessidade de um novo mapa. Nós só precisamos de um mapa do desenvolvimento natural, e aprender a navegar nesse mapa. Cada pessoa tem um mapa em mudança, dinâmico, e para saber onde nos s

Ciclo de Palestras Motivação: promovendo o desenvolvimento integral de crianças com TEA

Nos dias 25 e 26 de março de 2017, aconteceu em Curitiba o Ciclo de Palestras Motivação: promovendo o desenvolvimento integral de crianças com TEA. Contamos com o apoio e parceria do Centro de Psicomotricidade água e Vida, da UPPA (União de Pais pelo Autismo) e da Farmácia de Manipulação Nutrinova. Nesse evento discutimos e tivemos momentos de troca de experiência com profissionais renomados de Curitiba, os quais atuam tanto na área da saúde quanto na educação com pessoas com TEA.

Dicas para atuar com alunos com TEA

Seguem as nossas 15 dicas para ajudar seu aluno com autismo. É importante notar que não é preciso implementar todas as dicas para todos os alunos. Cada aluno é único, e o que funciona para um aluno com autismo talvez não funcione para outro. Foto: arquivo pessoal 1 – Aposte na comunicação visual – prefira explicar e ilustrar conteúdos apoiando-se em figuras, quadros, fotos, objetos reais e demonstrações físicas. 2 – Opte por dividir as atividades, exercícios e tarefas em partes – em vez de pedir que o aluno faça, por exemplo, cinco operações matemáticas ou escreva dez frases de uma vez, sugira primeiro que ele comece com duas ou três. 3 – Comece pelas tarefas mais fáceis e deixe as tarefas m

Atitude: elemento determinante

Este é o post introdutório deste site. O propósito dele é trazer uma reflexão..... Não é fácil receber um diagnóstico de um filho com Transtorno do Espectro do Autismo ! Sonhos, planejamentos, filho ideal, condições do futuro... tudo isso, por um momento, cai por terra quando recebemos um diagnóstico. Muitas famílias reagem com negação do diagnóstico, negação do próprio filho, tristeza, questionamentos, dúvidas ! Porém, a nossa ATITUDE diante dessa notícia é um fator crítico e determinante para o crescimento e desenvolvimento de nossa criança. Acreditar que seu filho é capaz de alcançar grandes conquistas é essencial pois nos motiva a incentivar a aquisição de novas habilidades, a persisti

Posts Recentes
Arquivo
Categorias

© 2017 por Motivação Autismo - Curitiba/PR